Avisos:

A Banda de Amarante vai apresentar-se em Peroselo, Penafiel, para a festa em honra da Nª Srª da Visitação, no próximo dia 7 -- VI Estágio de Verão e Curso de Aperfeiçoamento de Sopros e Percussão (este ano com o maestro José Rafael Pascual Vilaplana) de 19 a 23 de Agosto -- Banda Musical de Amarante - Vencedora do 1º Prémio/III Escalão do IV Concurso Internacional Ateneu Artístico Vilafranquense e Prémio Tauromaquia

sábado, 8 de agosto de 2009

Festas de Santiago - Figueiró - Amarante

A passos de formiga, sem sonhar alto de mais mas sem ficar para trás, vamos cumprindo o nosso sonho. Se dentro da nossa cidade, demos a confirmação de que estamos aqui, sempre melhores que o nosso melhor, prontos para tudo, faltava dar o passo fora de portas. E foi o que fizemos nesse Domingo 26 de Julho.

Esperava-nos S. Tiago, padroeiro da freguesia de Figueiró de Amarante. O primeiro desafio fora das portas da cidade desde 2008. A Banda apresentou-se com o seu plantel habitual, para o serviço. Como muitos outros, um arruado ao início da tarde, com direito a alguns brindes pelos habitantes, e rumo à igreja, onde nos juntaríamos à nossa acompanhante, a Banda de S. Martinho de Mancelos.
Apesar do planemaneto inicial, não deixou de haver surpresas quando o percurso do desfile inicial se mostrou outro que não o esperado, alongando-se as expectativas quilométricas. Mas nada a que não soubéssemos fazer frente. Outra obrigação não tínhamos, certamente.
No palco, a nossa qualidade musical, constantemente trabalhada para melhorar, mostrou as suas qualificações. A potência e brilho aliados à interpretação com alma de cada obra, deixou os espectadores a olhar, desconhecendo esta banda que houveram visto uns anos antes. É diferente sim senhor, saibamos reconhece-lo também nós. Somos mais Banda ainda. E temos que mostrá-lo. O trabalho contínuo é que provoca isto e não só um simples melhoramento de batuta.
Seguiu-se a procissão. Pequena e simples. Um devoção a Deus e ao santo da terra acompanhada pelas duas bandas com as tradicionais marchas solenes.
Após o jantar, em Amarante, voltar-se-ia para o concerto final. Três horas de espectáculo repartidas pelas duas bandas.
Com a montra do nosso repertório, brilhámos novamente nesta terra que nos aplaudia. Com o poder do passodoble "Olé! Contrabandistes" e a magia da Abertura "Guilherme Tell", o misticistmo de "Fate of the Gods" e o virtuosismo de "Le Merle Blanc", passando pelos sons "portuguesíssimos" de "Canções da Tradição". Tudo isto mostrou, mais uma vez, a nossa marca, o nosso som, que nos identifica. E, daqui, só levamos a aprender. A Banda já não é só de alguns, mas de todos nós. E todos nós temos que a fazer viver e mexer. Para além de que somos cada vez mais Banda, passo a redundância. Os elementos são todos caras conhecidas e habituais. Há os amarantinos, os professores da escola e os músicos que vêm ajudar, para quem gostar destas distinções. Mas a verdade é só uma. Temos a possibilidade de contar com estes músicos de muito boa qualidade e, acima de tudo, uma grande amizade que só tentamos retribuir. E isto mantém-se desde 2008, pelo que a Banda é só uma, tornando o entrosamento natural de uma Banda normal. Porque também foi uma das nossas buscas. Procurar ser uma Banda como muitas outras, melhorando sempre mais. O plantel mantém-se com uma "espinha dorsal" igual em todas as festas. E a camisa diz Amarante.

Ficam os parabéns aos músicos, por se ultrapassarem todos os dias; à Banda de Mancelos, pelo bom concerto que fez; e à Comissão de Festas, pela boa organização, endereçando também o agradecimento por ter requerido a nossa colaboração nas festividades.

A ideia a reter: somos a Banda Musical de Amarante.

1 comentário:

anrv disse...

Deixo-vos o historial de uma excelente banda, talvez a mais internacional de Portugal!

A Banda da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Loures foi fundada em 12 de Novembro de 1897, com a designação de Sociedade Philarmónica Recreio Musical de Loures, sendo seu fundador e primeiro maestro o Sr. Canhão. No ano de 1935, passou a designar-se por Banda do Corpo de Bombeiros Auxiliares de Loures e de então para cá sempre esteve ligada a esta Corporação.



Ao longo de mais de 100 anos de existência a Banda de Música vem exercendo uma intensa actividade musical e cultural junto das populações e com determinação superou todas as adversidades dos períodos difíceis pelos quais passou, resultando daí um amadurecimento e rejuvenescimento constantes.



Congratulando-se por muitos dos seus elementos, que fizeram escola nesta Banda, serem hoje grandes músicos profissionais. A “juventude” dos seus executantes aliada ao saber dos seus Mestres, foram sempre a força dinamizadora para as suas actuações.



Com um trabalho e dedicação ímpares, a Banda logrou atingir ao longo destas últimas décadas um grande prestígio, que lhe valeu inúmeros convites para actuar, em Concertos, Desfiles, Concursos, Festivais, Guardas de Honra e Encontros de Bandas, quer em Portugal, quer no estrangeiro, tendo algumas destas exibições atingido uma qualidade e reconhecimento que deixaram marca indelével, das quais se destacam:





1981 - Holanda - Concurso Mundial - 2º Prémio - Medalha de Prata

1983 - Noruega - 3º Prémio - Medalha de Bronze

1986 - Festival da EDP - Finalista onde obteve o 3º lugar em 1ª categoria

1987 - Alemanha - 4º Prémio

1989 - República Checa - 2º e 3º Prémios - Cristal e Bronze

1991 - Alemanha - 1º, 2º e 4º prémio e Taça de Ouro de vencedor absoluto do

Festival

1992 - Sevilha - Monumental Desfile dos Descobrimentos da Expo 92

1997 - Valência, Godella - Concerto e desfile

1998 - Expo 98, Lisboa - Concerto e Desfile

1998 - Alemanha, Heikendorf - 1º Prémio em Concerto e 2º lugar na

classificação de melhor Maestro

1999 - Açores - Concertos nas Ilhas do Pico e do Faial

2004 - Badajoz - XXI Festival Ibérico de Música de Rua

2005 - Badajoz - XXII Festival Ibérico de Música de Rua

2005 - Açores - Concertos e Desfile: Faial, Lages do Pico, São Mateus e Madalena



Desde o ano de 2005 organiza, anualmente, um Encontro de Bandas de Música, em Loures. Actualmente a Banda de Música continua a corresponder e a participar nos inúmeros eventos para os quais é solicitada, tendo sido distinguida (nos 108 anos de existência) com a Medalha de Honra do Município de Loures, galardão máximo desta autarquia.



A formação musical, está a cargo da Escola de Música da Banda da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Loures, que é o garante da continuidade, pois daí saem novos executantes com formação e gosto pela música.



Vários maestros dirigiram a Banda da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Loures, estando desde Setembro de 2000 sob a direcção do maestro Élio Luís Salsinha Murcho.

SITE:
http://www.bbvl.net/index_ficheiros/registo_fotograficopagina_5.htm